Saturday, 18 June 2011

Não existe enfim sós no Paquistão...

entao continuando a novela mexicana
sim, eu tive sim coragem de enfrentar ela, algo me dizia que se eu não me possissionasse (escreve assim?) agora teria problemas no futuro
disse que sim, aquilo tudo tinha sido o limite, o topo de alguma coisa rude que alguem poderia fazer com uma noiva no dia do casamento, ou melhor na lua de mel de um casal, que num se entra assim no quarto, nem se usa o banheiro, nem se toma toda agua...... q isso na minha cultura eh uma das maiores ofensas.................
ela me interrompeu e me disse num me venha com isso de sua cultura ou minha cultura
... bla bla eu estava com o botão off não suportava ela ainda estar ae
nem ficar perto dela, nem olhar apra ela, nem a voz dela
acho que passou mais uma meia hora e alguem veio buscar ela, sei la sabe abstrai
so lembro que ela me deu tchau e disse boa sorte;
que bosta.. boa sorte? achei ofensivo hahuahuaahuaha
eu com a cara de cú enorme fiquei la tristona e queria durmir sozinha no sofá mas achei melhro agente conversar, eu num ia dar o gostinho para ela não! eu venci a guerra hahauha vou consumar esse casamento =P
bom no dia seguinte (ou melhor algumas horas depois) agente tinha combinado de ir para outro hotel
na manha tentei tomar banho mas nada de agua quente, foi de gato mesmo..
e pela tarde ainda esperando alguem ir buscar agente (uma merda paquistanesa eh sempre depender da familia) ja era de noite quando ele disse que o tio dele viria buscar agente para ir para outro hotel, eu fiquei brava e disseq ue queria ir de taxi que num queria ver ninguem da familia dele, num teve jeito... veio ele..... o irmao dele.... e eh claro a sogra
fala serio
eu fiquei brava de novo
o que esse povo estava fazendo la de novo, paz? enfim sós? isso é utopia no Paquistão, percebi que seria familia 24 hrs, sem dizer que durante o dia eles haviam ligado varias vezes, serio mesmo, varias pessoas da familia ligaram, fiquei chocada!
a sogra disse oi e perguntou como agente estava, se tinha ido tudo bem
o que ela quis dizer com tudo bem? to chocada com a indelicadeza
bom o motorista levou agente para pegar a malança na casa da Eve (aonde eu desabafei) e depois fomos para o novo hotel... mil vezes melhor
para resumir tuda historia, foi que todos os dias a familia aparecia, ou queria que agente fosse ajantar la, tomar cha.. qq coisa
não tivemos lua de mel nenhuma....
num viajamos
foi dificil
ligavam ou mandavam sms o tempo todo
e quando eu saia para ver algum parente a sogra sempre ia junto, conclusão num consegui ser eu mesma com tanto julgamento da parte dela, eu digo isso porque ja na bastava tudo o que tinha acontecido ela ainda me forçava a usar roupa de pak e as pulseiras, brincos, tudo oaquilo como se eu fosse a alguma festa... sendo que num ia a nenhuma
sabe eu tinha levado as coisas para usar mesmo, mas sendo forçada eu num gosto não usei duas vezes
ate contar quantas pulseiras eu usava ela fez
o que eu iria cozinhar para o filho dela
o que eu fiz para merecer isso??????????
conclusao surtei e dei todas as roupas paks que tinha embora não quero mais nada, todas as duppattas, todas coisanças

11 comments:

Daiane ( Daania ) said...

oh meu Deus... eu estava esperando ao menos um final feliz... Espero que tudo fique bem.
Beijos Daania

talves nos veremos no pakistão... se você não tiver um ataque cardiaco antes... :P

Manddy G. said...

Nossa, como a Daiane, tb esperava por um final feliz - o que não deixou de ter já que vc casou com o homem que ama! =D
Pense que 99% das mulheres têm uma sogra que ng merece, independente de nacionalidade, cultura, costumes.
Eu escutei bem isso da família do meu marido: o que eu ia fazer pra ele comer; que eu tinha que ter aprendido a cozinhar antes de casar; que ele estava magro por minha causa (sendo que estavamos morando juntos há menos de uma semana e é dele ser magrinho!) e várias outras coisas que se eu te contasse, vc ia ficar de boca aberta!
Pense mais em vc e no seu marido. Arrume um jeito de tentar ter um momento só de vcs dois e fortalecer os laços para que ng nunca atrapalhe a felicidade dos dois.
Beijosss
Manddy
http://tourdubaiguide.blogspot.com

Simone Westerduin said...

chocada! passada!

Everyn Palhares said...

"Posicionasse" amiga hihihih

emanuella said...

eu espero que essa história tenha uma continuaçao feliz porque carol até eu estou ficando com raiva dessa tua sogra aí affz ninguem merece...

Patrícia Faisal said...

Bem parte do que vc contou... hum eu ja vi esse filme antes. Eh e da cultura ter de se produzir nas primeiras semanas depois do casamento pra mostrar que tudo vai bem (?) Entaum la vai make, bangles e cores e tb de ligar sempre e ter de encontrar a familia na lua de mel tb ja vi esse filme pra nos brasileiras e realmente o fim. Poor de nois lol

ai desabafei tb!!!

relvis presley said...

carol... e o q seu marido diz quando voce fala com ele sobre tudo isso?

Eu said...

Mas vc não conhecia a cultura do país do seu marido antes de se casar com ele? Essas culturas são assim mesmo, muito diferentes da nossa brasileira e se vc, junto com seu marido, não achar um meio termo, imagina como vão ser as coisas daqui pra frente, quando vcs tiverem filhos e outras situações que estarão por vir. Vai ser estresse atrás de estresse e isso não é vida nem pra vc e nem pra ele e a família. Não tem como vcs morarem longe da família dele ou até quem sabe no Brasil? Novos ares e tempo de ficarem só vcs 2 sozinhos sem a interferência da família dele, ía fazer muito bem a vcs. Mas ao mesmo tempo, na cultura deles, a presença constante da família deve ser uma coisa normal, vc é que está achando estranho pq veio de uma cultura muito diferente e não deve ter se preparado para esse "choque". Te desejo muita sorte e paciência. Tudo há de dar certo.
Abraços,

Carol said...

ele fica com vergonha, ele me pediu desculpas e nem gosta de falar disso, ele conversou com a mae dele e pediu para parar com o nome etc

olha que eu estava bem acostumada com a cultura deles, mas num espera por isso num

Palavras Vagabundas said...

Esperava uma lua de mel quente, mas foi cheia de sogra,rs
Espero que esteja bem.
abs
Jussara

Taise said...

Carol, minha nossa, que sogra hein. Bom eu não tenho a minima ideia do que você está passando. Nunca me casei, ainda é claro. Mas minha vó tem nora, e ela não gosta dela( a partir daqui leia se quiser).Meu pai teve duas mulheres antes da atual, minha mãe, Luciane, e Roberta, mãe da minha irmã Letícia. Olha, minha mãe cozinhava, lavava a roupa, limpava a casa, nunca fez nada para minha vó e mesmo assim ela nunca gostou da minha mãe.A Roberta não fazia, o que minha fazia e ainda por cima traiu o meu pai( o meu pai traiu a minha mãe com a Roberta. Não sei se minha traiu o meu pai, até porque nunca perguntei isso pra ela) e minha vó não gostava da Roberta, até que ela teve um motivo né? haha. Ela não gosta da Bianca, atual namorada do meu pai. A Bianca não cuida da casa, faz meu pai de gato e sapato, porque ele fica pra lá e pra cá levando ela pra ver a mãe, sendo que ela fica na casa de uma amiga não na casa da mãe dela. A Bianca nunca fez nada para minha vó não gostar dela, só gosta do meu pai.(...) Tem gente que sei lá, acha que nada tá bom, que o filho sempre escolhe errado, que a nora não presta, sendo que a religião, no seu caso, atrapalha mais ainda porque a família dele sempre tá presente. Eu não sei você mas eu me sentiria sufocada, sem poder ser eu mesma. Mas quer saber, você ama ele não deixe que as coisas e as pessoas a sua volta atrapalhe isso. Aproveite os momentos com ele o máximo que der, se você for parar para pensar tudo vai passar, porque a vida é feita de momentos e em cada momento a gente aprende alguma coisa. Você nunca faria o que ela fez, pensa assim.Nada dura para sempre a não ser o amor, porque eu acredito no amor não deixe ninguém destruir esse amor. Beijos Carol.

Followers

Blog Archive

Search This Blog

Loading...