Wednesday, 9 May 2012

Livro sobre muculmana Paquistanesa que se converte ao Cristianismo

Esse livro esta na minha lista! indicado por uma amiga, esse livro conta a historia de uma paquistanesa muculmana que se converte ao cristianismo vale a pena ler > acho que da para ler online por aqui http://www.scribd.com/doc/7256820/Bilquis-Sheikh-AtreviMe-a-ChamarLhe-Pai Atrevi me a chamar lhe PAI Atrevi-me a Chamar-lhe Pai - Bilquis Sheikh Quando o Espírito Santo tocou esta orgulhosa mulher da nobreza muçulmana, as repercussões se fizeram sentir ao redor do mundo! Está é a história verídica de Bilquis Sheikh, uma senhora muçulmana que repentina e dramaticamente sofre uma transformação completa ao encontra-ser com Deus por intermédio da leitura da Bíblia. Enfrenta, então, ameaças de morte, perda da família, da posição social e é forçada a deixar sua terra natal. Tudo isso por procura ser fiel a seu salvador. Pelos olhos da Sra. Sheikh podemos ver em primeira mão, o confronto entre cristianismo e islamismo, e o tremendo abismo existente entre as duas culturas. E, num nível ainda muito mais pessoal, descobrimos que o Espírito Santo muda os corações - ater nas circunstâncias menos prováveis. Nesta época de dificuldades, é vital que os cristãos ocidentais compreendam quão difícil é ser crente em terras muçulmanas e mediante essa compreensão percebem a preciosa dádiva que têm de adorar ao Senhor livremente. The book rolls on to cover some of her experiences in her walk with Jesus during the next seven years. As you can imagine, becoming a Christian in a resolutely fundamental Muslim country can make life very precarious to say the least. The ostracising from family and talk in the village of “something having to be done” about this woman who had become an “infidel” were not easy to bear. However, there is always a compensating factor in God’s economy it seems. Although Bilquis had only a limited circle of people with whom she could fellowship, God continued to speak to her and instruct her heart quite directly in a number of ways. In particular, she quickly learnt that when we begin to either fear or put our trust in the ‘arm of the flesh’ (our old natural strengths) spiritual peace departs. Whenever she repented of these things and simply trusted and obeyed the guiding of the Holy Spirit in her heart she would find afresh that comfort and sense of God’s presence and protection. Maintaining the knowledge and sense of His presence was everything to her.

5 comments:

Marina said...

Carol, eu acho um pouco ingênuo essa história que rola em todas as religiões sobre conversões, mártires, etc... assim como tem essa história de muçulmana que vira cristã, tem de cristão que vira muçulmano é perseguido.... para mim, esse tipo de história só ajuda a criar esteriótipos, a dividir as pessoas, pois sempre um credo quer dizer que é melhor que o outro e que nesta conversão X está a grande prova de Deus... acho que se todo mundo fosse livre para ter a fé que quisesse, sem achar que a sua é melhor ou usar conversão como exemplo a ser seguido por algo, estávamos mais tranquilos.... O problema das religiões é esse, sempre achar que a salvação está com elas, e ficar instigando esse tipo de história que não leva a nada, só mais afastamento entre os povos.

ჱStéfani Aicha said...

Este livro parece ser bem típico da mídia corporativa.

Primeiro que um muçulmano acredita em Deus e em Jesus que a paz esteja com ele.

E sim, é possível haver muçulmanos que se convertam ao Cristianismo, assim como há muitos cristãos que se convertem ao Islam, que é o meu caso. Porém, duvido muito que ela tem sofrido horrores, etc...

Uma característica bem típica da mídia corporativa tentando misturar cultura local com Islam.

Além de que o Islam ensina o respeito as pessoas adeptas a outras religiões.

Muitos judeus que vivem em países de maioria muçulmana vivem melhor que no próprio "Estado de Israel".

Não creio que haja um abismo entre Cristianismo e Islam. E sim diferenças. Que também não são gritantes.

Passar bem. :)

nickolekaefer said...

Pesquise tb sobre Ayaan Hirsi Ali(Ayaan Hirsi Ali (nascida com o nome Ayaan Hirsi Magan a 13 de Novembro de 1969 em Mogadíscio, Somália) é uma política holandesa conhecida pelas suas críticas em relação ao Islã. Foi deputada na Câmara Baixa (Tweeede Kamer) do parlamento holandês pelo Partido Liberal (VVD) entre Janeiro de 2003 e Maio de 2006, altura em que se demitiu do cargo reconhecendo ter mentido no processo de asilo político que lhe concedeu a cidadania holandesa.) Tem o Livro(Ayaan Hirsi Ali - INFIEL - A História de uma Mulher que Desafiou o Islã) aqui: https://rapidshare.com/#!download|372p7|377387564|Ayaan_Hirsi_Ali_-_Infiel-doc-rev.zip|1584|R~4A6409FCC459D9942EC395A4BEEDA437|0|0

nickolekaefer said...

VEJA TB SOBRE: A História de uma Mulher que Desafiou o Islã – Ayaan Hirsi Ali: https://rapidshare.com/#!download|372p7|377387564|Ayaan_Hirsi_Ali_-_Infiel-doc-rev.zip|1584|R~4A6409FCC459D9942EC395A4BEEDA437|0|0

Fabis said...

Stéfani, você precisa se informar mais... os cristãos são perseguidos mais que qualquer outro grupo religioso... procure no google ;)
E não, não é mídia de mentira. Procure cuidadosamente e cheque as fontes!

Followers

Search This Blog

Loading...