Friday, 21 January 2011

Quando a familia dele não te aceita não-muçulmana

Quando se há tantas mentiras que acobertam as verdades
As verdades sem veem a tona sim? Para mim sim, agora estamos falando de casório, o negocio fica serio e agente já quer pensar nisso, porém a pergunta da mãe dele que não quer calar
ela será muçulmana?
ele: silêncio
ele desabafa para mim, mentirei que você se converterá
eu digo.. desculpa mas outra mentira eu não quero
nao vou mentir minha vida toda para sua fammilia que sou muçulmana, porque não sou, não quero e nunca serei!
ou me aceita como sou ou não me aceita
beijos tchau e não me liga!

26 comments:

Marina said...

Carolzita, vai com calma.. às vezes é mais medo dele de dizer a verdade, do que uma possível reação da mãe mesmo... é natural ela perguntar e torcer até pra q vc queira se converter, mas nada que ele bater o pé e dizer não, isso é a vida dela, não resolva... ele só tem que ser corajoso e fazer isso desde o começo, senão quem vai desmenti-lo na cara dela depois e´vc mesma!!

Andrezaaamir said...

Situaçao difícil né Carol?
vc tá certa pq é impossível viver uma vida de mentiras. Chega um momento que a situaçao fica insustentável e a verdade vem a tona sim. Eles terao que te aceitar do jeito que tu é e isso nao será tarefa fácil.
também existem situaçoes que existe o risco da família nao aceitar a garota mesmo ela sendo muçulmana. podem nao aceitar pq ela nao nasceu no islam, pq nao pertence a mesma cultura....e por uma infinidade de motivos.
Força Carol, tudo vai dar certo vc vai ver.
to aqui torcendo por vcs.

bjos

Andreza Hana

Dona Lulu em pessoa!!! said...

Eu acho que o problema é maior ainda, quando a garota já é muçulmana e a família dele não a aceita, porque ela é ocidental ou porque ela é brasileira! :\

Mel said...

Carol pense em você somente,vc não tem a intenção de morar com a sogra certo?Entao não seria mentir,apenas deixe a sogra adormecida pensando oque ela quer,ser muçulmana pode ser relativo nesse caso rss,eu sou muculmana para minha sogra,nem imagino de onde ela concluiu isso mas enfim,eu sou eu na minha fe,sou boa esposa e boa mãe,ela não vê meu dia a dia entao amiga,estamos todos felizes,nesse quesito pelo menos.Pense oque te faria mais feliz,e sempre sempre,a família eh importantíssima sim mas quem define a vida dele eh ele,se vocês conseguirem ser felizes assim serão,na verdade oque vale mesmo eh a verdade dele,mentir para a família eh fichinha ,o amor suporta, sabemos,mas e a verdade dele?ele realmente aceitara vc ensinar religião crista aos filhos de voces?e vc aceitara ele ensinando o islam a eles?Nossa Carol esse eh um assunto tão difícil,eu torço muito pra vc estar sempre feliz,em todo momento da sua vida haverá essas duvidas mas se você for honesta com vc mesma,sempre dará certo,saúde amiga,tendo isso vc casa e descasa mil vezes entao cuide de vc e assim estará tudo bem para sempre.

Fabis said...

Gostei muito de ler isso. Garota de personalidade!!
Já passei por essa situação e deixei bem claro que sou Cristã e nada mudou ou mudará porque estou com ele. Porque ou me aceita como sou ou nem adianta continuar. Tem coisas que realmente não se negociam jamais.
E, cá pra nós... É tão bom ser amada e aceita da maneira que a gente é :)
ahh.. achei engraçado a parte do "beijos, tchau e não me liga" hahahah
beijos,
Fabi

♀♥Kiara ♥♀ said...

AR-RA-SOU!

Quando a gente ama, a religião não fica em primeiro plano.

Religião não define a índole da pessoa!

εїз Caroles εїз said...

uii carol, arrasou viu!!!
tá certinha filha =)
deixe estar,,,daqui a pouco tudo se ajeita e eles entenderaõ/aceitarão.

bjss

Manddy G. said...

Eu não sei se vou falar besteira, mas li que homem muçulmano pode se casar com um mulher que se converta, só que ao contrário não rola.
Desculpe a pergunta ignorante: se vc não se converter, vcs podem se casar mesmo assim?
Espero que sim, espero que te aceitem do jeito que vc é e que sejam felizes juntos!
Bjs,
Manddy - http://tourdubaiguide.blogspot.com/

Mariachiquinha said...

Eu concordo com a Mel.

A quem de fato interessa sua fé, a ele ou a mãe dele? Você é uma menina inteligente e sabe perfeitamente que um muçulmano prefere que a esposa também seja. Até por um questão de cultura. O homem é o "chefe" da família, os filhos deverão segui-lo. Se ele não consegue fazer com que a esposa seja uma muculmana, provavelmente ele não tem forças o sufuciente para ser esse chefe de família, aos olhos da sociedade paquistanesa ( que é a realidade dele).

Você possui a sua fé e a sua consciencia,conhece muito bem o islam,sabe perfeitamente que Deus é um só, as religiòes sào apenas formas de nos aproximarmos Dele.

Quando se é muito jovem temos as certezas de nossas idades, com tempo vem a serenidade,a maturidade e as contas que pagamos pelas fases anteriores.

Está realmente segura de abrir mão de quem voce ama por causa de uma possível conversào ao islam para agradar a ele e a família dele?

Minha mãe sempre me disse, cuidado para não dar valor às coisas depois da perda. Lutar e abrir mão de quem voce ama por uma possivel conversão é algo muito maior.

A dor da perda e do arrependimento corroi, destroi, tira o sossego, a paz, o sono.

E de mais a mais, você sempre soube que uma hora ou outra essa condiçao falaria mais alto entre voces.

E nao aconselho a ninguem a fazer isso ou aquilo, mas pondere, pense nas consequencias.

Dani e suas histórias ... said...

Carol se já começa na mentira, vai embolando e vira uma merda. A verdade: ela não é mulçumana e eu vou me casar com ela.
Apenas isso.
A verdade é que pode ser muito bom um casamento desses.
Se ele ama mesmo, quer e gosta ele se casa.
Dani

khadijah said...

Carol...sou noiva de um paquistanes...mas sou muçulmana desde antes de nos conhecermos. Bem,quase fui freira, me converti ao protestantismo e logo ao islã e posso te dizer, que tudo foram apenas adições...nada mudou, nada foi perdido. è apenas um rótulo o nome da religião, acredito que quem está afim...de estar pertinho de Deus...não muda muita coisa a religião. Não quis te converter ok..massss, alguns dogmas após o casamento vão te perturbar...Não sou muito a favor disso...porémmmm, concordo com a Mel...se irão viver em outra casa Carol...deixa os pais dele serem felizes..pensando o que quiserem. Vai ser o maior perrengue se vc bater o pé...para algumas coisas em nossa vida, vale a pena...mas pra outras...quem sabe...o importante não é ser feliz? Já é tão complicada essa maldita distancia e tuuuuudooo que já sabemos. Pensa sobre isso querida...faça concessões...vcs serão muito felizes.
Obs: a hipótese de conversão não irá mudar muita coisa Carol...digo sobre sua fé, acredite. Tudo irá se resolver...beijinhos

Sam Passos said...

Ai Carolzita, que situação!!! O meu era cristão, como eu, e deu no que deu... mas enfim, pq ele tb era um fraco de personalidade!!! Mas qto a vc, espero que as coisas consigam se ajeitar... noto que vc já está um pouco cansada de certas coisas... pq, como vc disse uma vez já aqui... ow povinho complicado!!! Tudo é mais difícil com Pak people, é impressionante!!! Mas eu oro a Deus que te faça o melhor... pq vc merece o melhor, merece viver em paz, felicidade e harmonia!!! Pense bem, ore e peça muito a orientação do Senhor na sua vida!!! Fica com Deus.... Bjsss.... :)

Ursinhu da Juh =] said...

Carol =] Eu eu meu namorido fizemos um post a esse respeito. Agora la eu posto com ele. Mas vocÊ está certa na sua decisão, mentir não é legal.
Dizer isso a ele vai leva-lo a se posicionar, e isso é requerido em grandes decisões, casar é realmente uma grande decisão =].
VocÊ mais que ninguém conhece seu habibi e sabe o impacto que pode causar as palavras que você fala para ele. Muito embora possa causar medo de perder uma posição como essa quero te parabenizar por fcar do lado da verdade em todos os sentidos =].


Bjuuu
Fique com DEUS =]

Rosa Lopes said...

Não religiosidade não se finge. Vc pode até dizer que é uma convertida não religiosa, mas seria bem pior.
Arrumar esse ponto é definitivo pra coisa dar certo.
Bj

Dani e suas histórias ... said...

Carol ele não vai casar com a mãe dele, ele vai casar com vc.
Fala isso pra ele, porque tanto medo da reação da mãe dele? Ai que horror, isso é nível de "testemunha de Jeová" esse radicalismo.
Tá na hora da diversidade, ela é brasileira, outra religião, filosofia, por que não aceitariam?
Dani

diana quinn said...

caraca...

diana quinn said...

Eu juro que queria entender porque a opinião dessas mães é TÃO importante!
O meu (ex) pak depois de um "debate" a respeito de mães e religião, simplesmente sumiu! Não teve nem a decência de se explicar...é mole???
E ainda se dizia "um homem moderno em uma família moderna", rsrsrs

Claudinha said...

Olá Carol....
adoro o seu blog e já te sigo desde março?2010 qd ainda estava namorando um muçulmano que conheci na Inglaterra em jan/2010, bem ele veio ao Brasil e foi td mil flores... até que a família não aceitou o relacionamento....muita tristeza, deprê, e ainda sinto muito mas o quê fazer...não podia mais fazer nada....e o silêncio dele me deixou desapontada tb!!!!
Resolvi deixar um comentário pra te desejar muita sorte....bj

Halima said...

Uma coisa eh certa, se essa mae negar de vcs se casarem so porque vc se nega a se converter ao Islam o fogo do inferno estara garantido pra ela.
Primeiro porque nao ha imposicao no Islam e segundo que nao se pode recusar um filho que ache uma boa noiva para casar licitamente que seja do ^povo do livro^, ou seja, judia ou crista ou muculmana, terceiro que ninguem deve se converter ao Islam so para se casar. Parece ate que isso seria uma vergonha familiar...
Costume tribal eh froid!

diariodehalima.wordpress

Neide Barbosa said...

E como eu te entendo!!!
Estou casada com o paquistanês desde
setembro do ano passado. Somente o irmao dele tem conhecimento, os dois, acharam por bem nao dizer nada aos pais, a nao ser que eu me converta. Eu briguei, praguejei, rodei a baiana.
Mas continua igual.
Pra mim na verdade nao interessa se os pais dele sabem ou nao sabem que ele ta casado com uma nao muçulmana. Quero lá saber da opiniao deles.
Eu sou cristã católica, vivi 5 anos num convento. Hoje faço retiros espirituais, sou catequista e amo minha religião. Ele é pressionado pelos paquistaneses daqui por eu ainda nao ter convertido, (a moça la em cima disse acertadamente que nesse caso ele se torna um fracassado se nao consegue converter a esposa) sinto a angustia dele tambem... Na verdade eles pressionam ate a mim. Qualquer dia mando esse bando pro c*, hehehe, detesto gente abelhuda.Mas tambem sou aberta ao novo, por isso tenho estudado o islan, fui uma vez à mesquita. Penso. Comparo. Questiono a minha religiao. Questiono as outras religioes. Uma vez o sacerdote me disse que nao queria estar na minha pele hehehe. Ele disse isso por que nao compreende que o amor que nos une é maior que as diferenças culturais e religiosas, nao fosse assim nao nos encontrariamos nessa fase. Os pais dele vem viver na europa daqui ha alguns meses e inevitavelmente saberao a verdade. Mas nao to preocupada por que estou no ocidente, na minha cultura catolica apostolica e no meu direito romano. E se contudo, nao for suficiente, paciencia. A vida continua. De alguma forma a vida continua. Vixe, acho q me empolguei legal. hehhee, bjs e boa sorte ai

Halima said...

Que esquisito...
Vc nao aceitou a minha postagem ou eh impressao minha?
Falei alguma coisa que te ofendi?

diariodehalima.wordpress

c1nT!@ mOm said...

eh dificil, carol! mas aqui eles sao muito preconceituosos c essa d religiao... a minha cunhada vive me dizendo q aqui no pk cristao eh soh rale, e soh arruma emprego d servical. da nojo d ouvir...
eu me converti, mais por conveniencia msm, mas n me arrependo. ngm me forca a ser religiosa, mas eles (o umair e a familia) ficam felizes se eu demonstro interesse.

o q acontece eh q no geral, os homens aqui sao fantoches nas maos das maes e irmas, entao msm q ele aja contra a vontade da familia, a mulherada vai estar sempre procurando incomodar pq eh esse o hobby favorito delas... se n incomodar diretamente, fazem alguma chantagem emocional soh p atrair a atencao dele.

eu n me arrependo da minha escolha d ter casado c ele, sei q ele tbm me adora. mas p manter a relacao, precisa ter SACO msm!!!

n eh facil p ngm...

good luck!!

Halima said...

Ok ja entendi...
Obrigada pelo despreso...

E o pior eh que nem sei o porque me despresa

diariodehalima.wordpress

Carol said...

halima, daone vc tirou isso?

Sumaiya said...

Fico feliz por vc
Te descobri esta semana para a minha felicidade!
Me converti ao islã a uns 5 meses,meu esposo fez a shahada junto comigo aqui mo Japão,não me arrependo de nada,conheço Paquistaneses(a)Afegãos,Libaneses,enfim uma infinita raça de pessoas que são mais que irmãos para nós,apesar de existir um certo preconto das mulheres por eu ser Ocidental,elas tem medo de roubarmos seus esposos!!
Beijos

sallu said...

carol só uma curiosidade a familia dele fala ingles ou vc fala urdu??

Followers

Search This Blog

Loading...