Thursday, 29 July 2010

Um reality show para muçulmano

Fonte: Globo.com

Vencedor do programa Imam Muda, sucesso na Malásia, vai ganhar um vaga como imã, uma bolsa de estudos na Arábia Saudita e uma viagem de peregrinação para Meca

O problema de convivência entre a "modernidade" do ocidente e o Islamismo é um assunto corriqueiro atualmente. Na Europa, a construção de mesquitas e o uso da burca pela mulheres são alvo de duras críticas e leis restritivas. Em países muçulmanos, os costumes ocidentais também são rejeitados. Na Malásia, um canal de TV conseguiu unir com sucesso partes das duas culturas, e criou um reality show no qual os participantes são homens que disputam o direito de se tornar imã, o líder religioso do Islã.

O programa foi ao ar pela primeira vez em maio no canal a cabo Astro Oasis, focado no estilo de vida muçulmano, e se tornou a atração de maior audiência na história da emissora. No Facebook, a comunidade do show tem mais de 51 mil fãs. Na Turquia e no Egito, há emissoras interessadas em fazer versões locais do programa. Nesta sexta-feira (30), Hizbur Rahman bin Omar Zuhdi, de 27 anos, e Asyraf bin Mohammad Ridzuan, de 26 anos, disputam a final e o título de "Imam Muda" (jovem líder), que dá nome ao programa. O vencedor ganhará dinheiro, um carro, uma viagem de peregrinação para Meca, a cidade sagrada do Islã, um emprego como Imã e uma bolsa de estudos na Arábia

De acordo com reportagem do jornal The New York Times, os desafios dos participantes eram tarefas que um imã deve realizar normalmente, como dar conselhos a adolescentes e idosos, sacrificar um animal seguindo os preceitos do Islã, preparar um corpo para funeral de acordo com as exigências da religião. Os dois finalistas passaram os últimos dias organizando eventos e dando sermões em suas comunidades e, na decisão, terão que recitar versos do Corão e debater notícias e temas religiosos.

Em entrevista ao jornal americano, Izelan Basar, criador do reality show e diretor do canal de TV, diz que sua intenção era tornar o Islã mais atrativo para os jovens, "o que é um desafio para qualquer religião". Basar disse ter feito entrevistas com jovens sobre que tipo de líder religioso eles queriam em suas mesquitas. "Eles disseram que queria um deles, um imã que soubesse jogar futebol, que falasse sobre a Copa do Mundo, sobre o meio ambiente e sobre alienígenas", afirmou.

O sucesso do programa entre jovens - tanto homens quanto mulheres - é a prova que a estratégia deu certo. Também em entrevista ao NYT, Hizbur Zuhdi, um dos finalistas, disse que o Imam Muda é uma "plataforma para se tornar modelo para os adolescentes e a comunidade. "O benefício do programa, a fama, é um atrativo para fazer os jovens viverem a religião".

No comments:

Followers

Blog Archive

Search This Blog

Loading...